« Home | Livro da Música » | Livro da Ciência Mágica » | As Bruxinhas Encantadas » | Livro do Circo » | Livro das Danças » | Livro do Ambiente » | Contos tradicionais »

Bibliotecárias

As nossas personagens tinham como função explicar às crianças o que tinha acontecido na biblioteca. Explicávamos às crianças que alguém tinha deixado a biblioteca de pernas para o ar, tinha deixado os livros todos espalhados no chão, estava tudo desarrumado.

Depois pedíamos às crianças se nos podiam ajudar a arrumar a biblioteca e a encontrar quem é que tinha andado a fazer aquelas diabruras. Para isso teríamos de descobrir as pistas que este tinha deixado dos diferentes livros. Como eram muitas pistas, escolhíamos uma criança para as ir guardando numa caixa mágica.

E assim começava a aventura...

Quando chegávamos ao último livro, o livro do Contos Tradicionais, em conjunto com as crianças, víamos que pistas a personagem misteriosa tinha deixado em cada livro.

As crianças tentavam adivinhar quem seria e depois as pistas eram colocadas dentro da caixa mágica. Depois de colocarmos as pistas dentro da caixa tínhamos de dizer as palavras mágicas para que esta funcionasse que eram “ Abracadabra, pé de cabra! Com muita alegria e muita magia, Plim!”.

Quando acabávamos de dizer as palavras mágicas saía da caixa um Mágico! Por fim, o Mágico dizia às crianças que estava muito arrependido por ter desarrumado a biblioteca e agradecia-lhes por terem ajudado as bibliotecárias a arrumar a biblioteca.

No final distribuíamos o lanche com a ajuda das personagens das várias histórias.

Na nossa opinião, a Biblioteca Mágica dos Jardins Encantados 2006 superou as nossas expectativas, uma vez que as crianças aderiram activamente a todas as actividades e mostraram-se bastante entusiasmadas com tudo o que viram. Conseguimos proporcionar um dia de euforia e magia a todas estas crianças.

---------------------------------------------------------------------------------------------

Material Utilizado:
Papiro:
- Papel de Cenário;
- Ripinhas de Madeira;
- Caneta de filtro castanha;
- Isqueiro.

Descrição: O papiro foi colocado na camisola onde estava escrito a seguinte frase “ era uma vez…”.

Vestuário: Corsários pretos com tule em forma de balão. A camisola, também, era preta e as mangas eram em balão de tule da mesma cor que os corsários. A cada bibliotecária correspondia uma cor diferente.

Entrada:
- Madeira;
- Plástico castanho;
- Fita-cola;
- Fio;
- Papel autocolante de várias cores.

Descrição: Com este material foram feitos dois livros “mágicos”. O objectivo destes livros era dar a ideia de que as crianças entravam dentro do livro e, assim, ter acesso à Biblioteca Mágica.

Susana Bastos, Paula Madureira, Daniela Castro, Ana Sara Carvalho, Cristina Jerónimo, Sandra Rego, Carla Oliveira, Carla Conceição

Esta página está tão colorida... Esperamos que nos seja muito útil!

Enviar um comentário